Superbactéria assusta pacientes no RS

Hospital Universitário confirmou contaminação de três pacientes.
Segundo infectologista, melhor forma de se prevenir é manter higiene.

A contaminação de três pacientes pela superbactéria KPC no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), na Região Central do Rio Grande do Sul, deixou pacientes e a equipe de profissionais em alerta. Mas segundo a direção do hospital, não há motivo para pânico. A melhor forma de se prevenir é manter os cuidados básicos de higiene.

Os três casos foram confirmados na quinta-feira (04). Um dos pacientes segue internado em isolamento. Outro homem teve alta em janeiro e segue o tratamento em casa. E uma mulher, que também foi contaminada, morreu no fim do mês passado por causa de outras doenças.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, só este ano 129 pacientes foram contaminados pela superbactéria no Rio Grande do Sul. Ela é chamada assim por ser mais resistente a antibióticos e costuma surgir em ambientes hospitalares, onde o uso desse tipo de medicamento ocorre com maior frequência.

Pacientes que procuraram o atendimento nos hospitais da cidade na manhã desta sexta-feira (05) não esconderam o receio. “É um risco que tomo mundo está correndo”, comentou o servente de pedreiro Claiton Garcia da Rosa, segundo o site G1.

Adicionado pelo blog o mundo oculto.

Esta entrada foi publicada em Mundo a fora. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s