Novo One World Trade Center

Critério técnico pode ‘diminuir’ altura do One World Trade Center

Órgão que ranqueia arranha-céus vai analisar se ele é o maior dos EUA, prédio no local de atentados em Nova York teve ponta colocada nesta 6ª.

Vista de Manhattan com a ponta instalada no One World Trade Center (Foto: Reuters/Gary He/Insider Images/Handout ).

O One World Trade Center
em números:

-104 andares
– lobby com 15 m de altura
– 279 mil m² para escritórios
-70 elevadores
-9 escadas rolantes
– 93 mil m² de vidros externos

Mas sua altura não é um assunto livre de controvérsia. Acontece que, no topo do prédio, há uma estrutura similar a um mastro, com 124 metros, que, se for considerada tecnicamente uma antena, coloca o arranha-céu atrás da Willis Tower (antiga Sears Tower), em Chicago, que tem 442 metros.

O Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano, uma organização que ranqueia os prédios mais altos do mundo, esclarece que uma antena é algo removível. Após o término da construção, a instituição vai avaliar o que é a estrutura no topo One World Trade Center, e confirmar se ele é, ou não, o mais alto do Ocidente.

O prédio mais alto do mundo é o Burj Khalifa, em Dubai, com 828 metros. As Torres Gêmeas, destruídas em 11 desetembro de 2001, tinham cerca de 414 metros, sem contar a antena que havia sobre uma delas.

Bandeira americana é vista na frente do One World
Trade Center (Foto: Gary Hershorn/Reuters).

O One World Trade Center é visto do passeio
do Brooklyn (Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP ).

Deck Turístico
A ponta colocada One World Trade Center não significa que a obra esteja terminada, tampouco que o prédio de 104 andares será aberto em breve a visitantes. A previsão é que o deck turístico, que ficará instalado nos três últimos andares e dará vista a toda Manhattan funcione apenas a partir de 2015.

Anteriormente chamado de Torre da Liberdade, o One World Trade Center é um dos quatro arranha-céus em construção em torno do local onde as Torres Gêmeas caíram, em uma parceria entre o desenvolvedor Larry Silverstein e a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey, proprietária do terreno.

Segundo artigo publicado por “The Wall Street Journal”, as várias partes envolvidas no projetos são um dos fatores que fizeram a obra demorar tanto. O One World Trade Center foi planejado em 2003.  O desenho mudou três vezes nas mãos de dois diferentes arquitetos.

Ainda segundo o mesmo artigo, 55% da área útil do edifício já tem inquilinos. Um terço do prédio será ocupado pela editora Condé Nast. Outra parte será usada por órgãos governamentais, como forma de subsídio ao projeto. Uma empresa chinesa do setor imobiliário também já se comprometeu a manter escritórios no local.

Ainda assim, será necessário um milagre para que haja retorno para os US$ 3,9 bilhões nos próximos anos investidos na construção do edifício, o que o torna provavelmente o mais caro já erguido no mundo. A esperança é que, em algumas décadas, com a subida dos valores dos aluguéis, ele possa ser rentável.

 A antena do One World Trade Center é instalada no One World Trade Center (Foto: Timothy A. Clary/AFP Photo).

A vista de Manhattan do 105° andar do One World Trade Center (Foto: Mark Lennihan/AP Photo).

Mulher tira foto do Empire State Building (à esq.) ao lado do One World Trade Center (centro) (Foto: Richard Drew/AP).

Topo é instalado no One World Trade Center, em Nova York (Foto: AP).

Site G1.

Adicionado pelo blog o mundo oculto.

Esta entrada foi publicada em Mundo a fora. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s